Circuito Brasileiro

  • Crédito: CBV

    Larissa e Talita conquistam a última etapa da temporada 16/17, em Vitória/ES.

Larissa/Talita campeãs em Vitória/ES

Dupla campeã da temporada 2016/2017 conquista a etapa capixaba
Por: Redação - 09/04/2017 14:38:19
863 visualizações

A expectativa da torcida capixaba de ver a conterrânea Larissa campeã em Vitória (ES) pela quarta vez na história do Circuito Brasileiro de Vôlei de Praia foi atendida prontamente pela atleta. Na manhã deste domingo (09.04), ela, que é natural de Cachoeiro do Itapemirim (ES) venceu, ao lado da parceira Talita, a final feminina do Open na capital do Espírito Santo.

O triunfo sobre as jovens Ana Patrícia e Rebecca por 2 sets a 0 (21/17 e 21/15), em 33 minutos, deu a dupla o sexto título no tour nacional na temporada 2016/2017. A medalha de bronze ficou para Ágatha e Duda que nem precisaram entrar em ação, pois a dupla adversária, Tainá e Victoria desistiram da partida, em razão de uma lesão no punho da atleta sul-mato-grossense.

Larissa e Talita entraram em quadra ovacionadas pelo público que lotou a arena montada na Praia de Camburi. As duas, já campeãs brasileiras de forma antecipada, contaram com o apoio dos torcedores durante todo o jogo, e usaram esta energia para impor o jogo sobre as adversárias e conquistar mais um ouro, e de forma invicta, sem perder nenhum set. Com o nome ecoando em toda a arquibancada, Larissa agradeceu a força dos conterrâneos presentes na audiência da decisão.

“Nós conseguimos o título do circuito em Maceió (7ª etapa), e viemos de uma sequência de finais. Isso é fruto da maturidade que atingimos como dupla, de conversar sempre. Estou muito feliz de vencer dentro de casa, ter o apoio da família. É a oportunidade que temos de retribuir, de forma presencial, o carinho e o apoio que eles nos dão de forma incondicional” comentou Larissa.

A etapa de Vitória foi a nona e última da temporada 2016/2017 e Larissa/Talita conquistou seis ouros em sete finais. Eleita a melhor jogadora na partida decisiva, Talita agradeceu o carinho dos torcedores e amenizou a importância de um prêmio individual.

“Já é muito bacana quando chegamos em uma arena em qualquer lugar e somos aplaudidas. Mas quando é o seu lugar, onde você é acolhida, se torna ainda mais especial. Jogar com esse apoio é muito bom, pois nos esforçamos para dar um bom espetáculo para eles. Eu fico até um pouco emocionada, porque parece que a arena vem abaixo, sei que tem pessoas que gostam muito da gente. Somos uma dupla que uma completa a outra, só consigo bloquear e atacar bem porque tenho o apoio dela no jogo. Quando perdemos, estamos juntas, quando vencemos, estamos juntas também”, disse Talita, que é de Mato Grosso do Sul, mas federada por Alagoas.



Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade