Circuito Brasileiro

  • Crédito: Denis Ferreira Netto/CBV

    Envergadura de Saymon, de 2,02m, é um dos diferenciais da dupla na rede.
  • Crédito: Divulgação/FIVB

    Guto/Saymon travaram grande duelo contra Alison/Bruno no Grand Slam de Long Beach.
  • Crédito: Denis Ferreira Netto/CBV

    Guto e Saymon foram os únicos brasileiros no pódio do Rio Open masculino.

Guto/Saymon: de promessa a realidade

Jovens promessas do vôlei de praia nacional se unem e emplacam títulos
Por: Redação - 25/12/2015 10:39:40

A temporada 2015 marcou o ano de nascimento de uma das duplas mais promissoras do vôlei de praia brasileiro: Guto/Saymon (RJ/MS). Em menos de seis meses de parceria, o sul-matogrossense e o carioca roubaram a cena no Circuito Brasileiro, vencendo uma etapa e ficando com o vice em outra, e ainda acumularam apresentações promissoras no Circuito Mundial.

Guto iniciou o ano em parceria com Allisson Francioni, enquanto Saymon abriu a temporada ao lado de Márcio Araújo. Quem os observava em ação naquela época sabia que com foco e a técnica afinada de Guto, somada a explosão e vitalidade de Saymon, o novo time poderia dar o que falar. Foi o que aconteceu. Sob a orientação do treinador Marcelo “Big” Carvalhaes, pai do carioca, Guto e Saymon iniciaram o projeto, e logo na primeira etapa do Circuito Brasileiro, em Brasília (DF), foram campeões.

Ainda pelo Circuito Brasileiro, a dupla conquistou o vice-campeonato na etapa de Bauru (SP), além do terceiro lugar em Curitiba (PR). Com os resultados, Guto e Saymon encerram o ano na vice-liderança do circuito, apenas 40 pontos atrás dos líderes, Alison e Bruno Schmidt (ES/DF) (1.560 pontos a 1.520 pontos). Os dois times, aliás, travaram uma batalha épica no Circuito Mundial.

Pelas oitavas de final do Grand Slam de Long Beach (EUA), em agosto, após dois sets muito equilibrados Guto e Saymon abriram 11/4 no tie-break. Alison e Bruno Schmidt, que recentemente haviam conquistado o Campeonato Mundial, tiveram forças para empatar em 14/14 e virar o set desempate em 16/14, vencendo a partida em 2 sets a 1.

Apesar da derrota, a campanha nos Estados Unidos deu moral e experiência aos jovens atletas, que conquistariam sua primeira medalha no Circuito Mundial no mês seguinte. Com um voleibol qualificado, Guto e Saymon enfrentaram grandes nomes do vôlei de praia mundial e levaram a medalha de bronze, dando a volta por cima justamente sobre os campeões mundiais Alison e Bruno Schmidt.

“Esse início de trabalho tem sido muito bom, nossa dupla deu uma química boa. A gente procura sempre jogar feliz, dentro de quadra fazer o nosso melhor. Os resultados têm sido consequência da união e do trabalho de toda a equipe. É final de ano, mas ainda estamos no meio da temporada, não dá para relaxar muito nas férias. Ainda é só o início dessa trajetória, e para 2016 a gente espera manter esse bom voleibol e conquistar bons resultados também no Circuito Mundial”, disse Guto.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade