Circuito Brasileiro

  • Crédito: FIVB

    Maria Elisa (no ataque) estreia no Circuito Mundial 2016 em nova parceria, com Lili.
  • Crédito: FIVB

    Duda (foto) e Elize Maia estrearam com vitória no Maceió Open.
  • Crédito: FIVB

    A carioca Rachel vibra com a classificação à fase de grupos do Maceió Open.

Força máxima brasileira no Nordeste

Brasil terá sete representantes no torneio feminino do Maceió Open
Por: Redação - 23/02/2016 15:30:28
609 visualizações

O Brasil contará com força máxima no torneio feminino do Maceió Open, competição válida pelo Circuito Mundial 2016 e que será disputado até o dia 28. Nesta terça-feira, Maria Elisa/Lili, Rachel/Ângela e Duda/Elize Maia venceram seus jogos pelo qualifying e avançaram à fase de grupos. Classificadas ao torneio principal, elas se unem à Larissa/Talita e Ágatha/Bárbara Seixas, representantes do país nas Olimpíadas do Rio e classificadas via ranking, e ainda Josi/Val, que receberam convite da organização (wild card). As partidas acontecem na arena montada na praia de Pajuçara, em Maceió, e a entrada é franca.

Maria Elisa/Lili, e Duda/Elize Maia avançaram ao Round 2 sem a necessidade de entrar em quadra na rodada anterior, disputada na manhã desta terça-feira. 3ª colocada no Open de Natal do Circuito Brasileiro, Maria Elisa/Lili venceu as norte-americanas Ledoux/Hester, de virada, por 2 sets a 1 (19/21, 21/11 e 15/6). Já Duda/Elize Maia, vice-líder do CBVP Open, teve um jogo tranquilo diante C. Charles/Alfaro, da Costa Rica, por 2 sets a 0 (21/15 e 21/18).

O caminho mais difícil para alcançar a fase de grupos foi percorrido por Rachel/Ângela. Pela manhã, a parceria precisou de muita energia para superar Mashkova/Tsimbalova, do Cazaquistão por 2 sets a 1 (21/15, 13/21 e 15/10). Vivendo grande momento, na sequência as atletas encararam o time norueguês Kongshavn/Solvoll e não tiveram maiores dificuldades para impor seu melhor voleibol, vencendo por 2 sets a 0 (21/17 e 21/12).

Para a carioca Rachel, a concentração e o foco da dupla em quadra foi preponderante para a classificação. “Foi um jogo bom, conseguimos manter o foco e a concentração do início ao fim. Está muito calor aqui em Maceió, então foi importante nos hidratarmos e descansarmos após o primeiro jogo”, afirmou. Ainda segundo ela, que a menos de 15 dias levou o Brasil, ao lado da parceira Ângela, ao alto do pódio na etapa de Coquimbo (Chile) do Sul-Americano, o pensamento daqui para frente no Maceió Open é seguir trilhando o caminho das vitórias. “Estamos muito felizes com a classificação, espero que a gente faça uma boa competição. Queremos fazer ótimos jogos e avançar na fase de grupos. Um passo de cada vez em busca de uma boa classificação”, completou Rachel.



Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade