Circuito Mundial

  • Crédito: Divulgação/FIVB.

    Complexo esportivo montado em Haia vai contar com um ginásio coberto.
  • Crédito: Divulgação/FIVB.

    Líderes do Circuito Mundial, Ágatha e Duda podem conquistar a segunda medalha de ouro em 2017.

Brasil busca medalha de ouro em Haia

Entre as melhores da temporada, duplas brasileiras podem alcançar bons resultados na Holanda
Por: Redação - 13/06/2017 10:00:10
1.160 visualizações

As duplas brasileiras de vôlei de praia já tem um novo desafio pelo Circuito Mundial 2017. De terça-feira a domingo acontece a etapa três estrelas de Haia, na Holanda, com seis times garantidos na fase de grupos (três em cada naipe). Outros dois times buscam a classificação com a disputa do country-quota e qualificatório.

A parada terá uma novidade interessante, com a utilização de quadras cobertas para a disputa, em um ginásio. Além disso, o Brasil tem grandes lembranças da cidade holandesa. Foi lá que Alison/Bruno Schmidt e Ágatha/Bárbara Seixas conquistaram o Campeonato Mundial, em 2015, na arena montada no lago Hofvijver, no centro da cidade.

Na oportunidade o país também levou prata e bronze no feminino, com Fernanda Berti/Taiana e Juliana/Maria Elisa, respectivamente, e bronze no masculino, com Evandro/Pedro Solberg. No naipe masculino, os times garantidos pelo ranking de entradas são Álvaro Filho/Saymon, Evandro/André Stein e Pedro Solberg/Guto, começando a disputa a partir de quinta-feira. George e Vitor Felipe estão no qualificatório e entram em quadra um dia antes, buscando uma das oito vagas à fase de grupos em jogos eliminatórios diretos.

No feminino, o Brasil já conta com as inscrições de Larissa/Talita, Ágatha/Duda e Fernanda Berti/Bárbara Seixas, que começam a participação na fase de grupos também na quinta-feira. Outros três times brasileiros lutarão pela chance de ser o quarto representante: Elize Maia/Taiana, Maria Elisa/Carol Solberg e Josi/Lili disputam o country-quota entre si nesta terça-feira. O vencedor disputa na quarta-feira o qualificatório, em busca da vaga na fase de grupos.

O torneio terá 32 duplas em cada gênero, 24 classificadas pelo ranking, e outras oito que garantem a vaga na disputa do qualificatório. Os times jogam entre si na chave, com os primeiros avançando direto às oitavas de final, enquanto segundos e terceiros disputam a repescagem. As finais do masculino e feminino acontecem no domingo.

O Brasil soma nove medalhas em quatro etapas disputadas no tour e lidera o ranking feminino: Ágatha/Duda e Larissa/Talita somam 2.120 pontos, com Fernanda/Bárbara Seixas em terceiro, com 1.600 pontos. No naipe masculino, Álvaro Filho e Saymon são os vice-líderes, com 1.700 pontos, 80 a menos que os russos Liamin/Krasilnikov.

Esta é a nona etapa da temporada 2017 do Circuito Mundial, sendo a quarta na categoria três estrelas, que distribui 150 mil dólares em prêmios aos atletas. Neste ano os eventos são elencados de uma a cinco estrelas, de acordo com a importância, pontuação e premiação.

Nos sete torneios realizados em Haia, todos com competição nos dois naipes, o Brasil conquistou nove ouros (três com os homens e seis com as mulheres).

 

BRASIL NO CIRCUITO MUNDIAL 2017

Etapa Fort Lauderdale (EUA) - 5 estrelas

Álvaro Filho/Saymon - ouro

Larissa/Talita - ouro

Evandro/André Stein - prata

Ágatha/Duda - prata

Etapa Xiamen (China) - 3 estrelas

Fernanda Berti/Bárbara Seixas - ouro

Etapa Rio de Janeiro (Brasil) - 4 estrelas

Alison/Bruno Schmidt - ouro

Ágatha/Duda - ouro

Etapa Moscou (Rússia) - 3 estrelas

Larissa/Talita - ouro

Ágatha/Duda - bronze

 



Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade