Circuito Mundial

  • Crédito: FIVB

    Com cinco bloqueios no tie-break, Cherif Younousse foi fundamental para o título.
  • Crédito: FIVB

    Pódio completo do Open de Kish Island, no Irã.

Jefferson/Cherif brilha em Kish Island

Em sua 1ª final, parceria catari supera sensação russa e abre 2016 em grande estilo
Por: Redação - 19/02/2016 11:33:40

A temporada 2016 não poderia ter começado melhor para Jefferson/Cherif, do Catar. Logo na primeira vez que alcançou a decisão de uma etapa do Circuito Mundial, a dupla conquistou a medalha de ouro. O feito aconteceu na manhã desta sexta-feira, no Open de Kish Island, no Irã. Em um jogo muito duro contra a dupla sensação da Rússia, Oleg Stoyanovskiy/Artem Yarzutkin, de apenas 19 anos, os atletas do país árabe confirmaram a boa fase e, na base da superação - Cherif anotou nada menos que cinco bloqueios no tie-break -, venceram o jogo por 2 sets a 1 (21/13, 14/21 e 15/12). O título inédito ainda dá forças para o grande objetivo dos catarianos: assegurar vaga para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

Ambos os times tiveram que sua a camisa para estar na grande decisão da primeira etapa do Circuito Mundial em solo iraniano. Pela fase semifinal, Jefferson/Cherif venceu, de virada, Losiak/Kantor, da Polônia, por 2 sets a 1 (15/21, 21/18 e 16/18). Já Stoyanovskiy/Yarzutkin superou os também poloneses Kadziola/Szalankiewicz por 2 sets a 1 (18/21, 21/14 e 15/10).

O jogo começou acelerado, principalmente pela intensidade física da jovem dupla da Rússia, de apenas 19 anos. Aos poucos, a experiência dos catarianos e a segurança nas viradas de bola fizeram a diferença, e a vitória no primeiro set foi encaminhada com a presença de Cherif na rede, com bons bloqueios. Em um belo contra ataque, o camisa dois anotou 21/13.

A Rússia conseguiu equilibrar as ações no início do segundo set, principalmente com Stoyanovskiy no bloqueio. Com o tempo de bola exato de Jefferson/Cherif, os russos deslancharam no marcador, abrindo 19/13 e levaram a decisão para o set desempate em 21/14, após erro não forçado do Catar.

Com nove bloqueios no jogo, Stoyanovskiy estava impossível e comandou a virada russa no set desempate, mas Cherif emplacou dois bloqueios seguidos e recolocou sua parceria no jogo. Na seqüência, em dois novos bloqueios, o camisa dois pulverizou a diferença que havia sido de quatro pontos. Com o match point, o ponto do jogo saiu das mãos de Jefferson. Em uma bela diagonal, o atleta nascido no Rio de Janeiro, mas que desde 2012 defende as cores do Catar fechou o set em 15/12 e o jogo em 2 sets a 1.

A próxima etapa do Circuito Mundial acontece de 23 a 28 de fevereiro no Brasil, com o Maceió Open.

Confira o brilhante desempenho de Cherif Younousse no tie-break, e que garantiu o título ao Catar.

 


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade