Olimpíadas

  • Crédito: Reprodução

    Ranking olímpico provisório masculino, atualizado na última segunda-feira.
  • Crédito: Reprodução

    Ranking olímpico provisório feminino indica duplas bem encaminhadas ao torneio olímpico.
  • Crédito: Reprodução/Facebook/Thole e Wickler

    Primeiro time Alemão no ranking olímpico, Thole e Wickler já comemoram classificação à Tóquio.

De olho em Tóquio, duplas fazem contas

Confira o panorama dos principais times mundiais em busca de vaga aos Jogos Olímpicos
Por: Redação - 11/09/2019 10:36:02

As principais duplas de vôlei de praia do mundo estão com a calculadora em mãos. Com o encerramento do Circuito Mundial 2018/19, no último final de semana, o panorama dos times que estarão no torneio olímpico de Tóquio, no ano que vem, ficou bem encaminhado. O período de classificação olímpica segue até o dia 28 de junho de 2020, mas algumas duplas já celebram a vaga olímpica.

De acordo com os critérios da FIVB, as 15 duplas mais bem classificadas dentro do ranking mundial, sendo no máximo duas vagas por país, se garantem nos Jogos. Pela última atualização do ranking olímpico provisório, divulgada pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB) na última segunda-feira, é possível afirmar que duplas como as norte-americanas Alix Klimenan/April Ross e os noruegueses Anders Mol/Christian Sørum já estão garantidas, assim como os alemães Thole/Wicker.

Os Vikings, por exemplo, lideram o ranking olímpico provisório com 10.440 pontos e 13 torneios disputados - acima do número mínimo de participações exigido, que são 12. Thole/Wickler ocupam a 5ª colocação, com 7.040 pontos, mas são efetivamente os segundo colocados, já que os russos Stoyanovskiy/Krasilnikov já garantiram vaga para Tóquio por terem conquistado o Campeonato Mundial desse ano e os brasileiros estarem em uma corrida olímpica a parte. Por conta disso, os alemãs já comemoram a vaga olímpica.

“Ontem recebemos a informação que com o vice-campeonato no WT Finals de Roma nos garante nas Olimpíadas. Alguém pode nos beliscar, por favor? Não podemos acreditar, nosso sonho se tornou realidade, tudo o que trabalhamos nos últimos anos”, postaram Thole/Wicker em suas redes sociais.

No ranking feminino, Klimenan/Ross somam 8.760 pontos e 12 torneios disputados, e também estão matematicamente garantidas nas Olimpíadas. Além delas, as campeãs mundiais Sarah Pavan/Melissa Humana-Paredes também já carimbaram seu passaporte para o Japão.

O torneio olímpico contará com 48 duplas, sendo 24 times em cada naipe. Além das 15 vagas via ranking mundial, os campeões mundiais garantem vaga automaticamente nos Jogos, assim como uma dupla japonesa, por sediar o evento. Os finalistas do Torneio Classificatório Olímpico, que será disputado na China ainda nesse ano também se qualificam, assim como os campeões das Continental Cups (América do Norte, América do Sul, África, Ásia e Europa) - neste caso a vaga é do país, e não da dupla vencedora. 

Confira as duplas que estariam garantidas nas Olimpíadas hoje, pelo ranking mundial:

 

Feminino*

Klineman/Ross (EUA) - 8.760 pontos, 12 torneios

Sweat/Walsh Jennings (EUA) - 6.780 pontos, 16 torneios

Brandie/Bansley (CAN) - 6.780 pontos, 12 torneios 

Betschart/Hüberli (SUI) - 6.320 pontos, 13 torneios

Liliana/Elsa (SUI) - 5.960 pontos, 13 torneios

Heidich/Vergé-Depré (SUI) - 5.900 pontos, 13 torneios

Menegati/Orsi Toth (ITA) - 5.600 pontos, 14 pontos

Borger/Sude (ALE) - 5.520 pontos, 13 torneios

X.Y. Xia/Wang (CHI) - 5.480 pontos, 13 torneios

Graudina/Kravcenoka (LET) - 5.480 pontos, 13 torneios

Ludwig/Kozuch (ALE) - 5.440 pontos, 12 torneios

Stubbe/van Iersel (HOL) - 5.360 pontos, 14 torneios

Strbova/Dubovcova (ESV) - 5.360 pontos, 14 torneios

Ishii/Murakami (JAP) - 4.440 pontos, 17 torneios**

 

*Ana Patrícia/Rebecca e Ágatha/Duda também figuram no ranking olímpico, mas disputam a corrida olímpica brasileira

**garantidas pela vaga de país sede

 

Masculino*

Mol/Sørum (NOR) - 10.440 pontos, 13 torneios

Thole/Wickler (ALE) - 7.040 pontos, 12 torneios

Bryl/Fijalek (POL) - 6.940 pontos, 12 torneios

Brouwer/Meeuwsen (HOL) - 6.560 pontos, 13 torneios

Herrera/Gavira (ESP) - 6.480 pontos, 13 torneios

Cherif/Ahmed (CAT) - 6.200 pontos, 14 torneios

Plavins/Tocs (LET) - 6.000 pontos, 14 torneios

Crabb/Bourne (EUA) - 5.960 pontos, 12 torneios

Perusic/Schweiner (CZE) - 5.920 pontos, 13 torneios

Pedlow/Schachter (CAN) - 5.620 pontos, 14 torneios

Samoilovs/Smedins (LET) - 5.560 pontos, 14 torneios

Grimalt/Grimalt (CHI) - 5.520 pontos, 13 torneios

Heidrich/Gerson (SUI) - 5.340 pontos, 13 torneios

Shoji/Kurasaka (JAP) - 1.510 pontos, 13 torneios**

 

*Alison/Álvaro Filho e Evandro/Bruno Schmidt também figuram no ranking olímpico, mas disputam a corrida olímpica brasileira

**garantidos pela vaga de país sede

 


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade