Olimpíadas

  • Crédito: FIVB

    Trecho de areia em Copacabana onde será instalada a arena olímpica.

Crise afeta estrutura do vôlei de praia

Para evitar rombo no orçamento, Comitê Organizador altera projeto original em Copacabana
Por: Rafael Nascimento - 20/01/2016 15:50:46

O momento de instabilidade econômica que o Brasil atravessa, considerada uma das mais críticas dos últimos anos, e com o país em recessão, atinge em cheio o planejamento das Olimpíadas Rio 2016. Para evitar estouros no orçamento, finalizado em R$ 7,4 bilhões, o Comitê Organizador Rio 2016 apresentou uma série de cortes nos gastos, o que compromete o projeto inicial em termos de estrutura para algumas modalidades – entre elas, o vôlei de praia.

O projeto original de construção da estrutura previa capacidade total para 12.000 espectadores. A principal alteração passa pela área de camarotes. Além do espaço nobre, a estrutura de bastidores, como áreas para segurança, árbitros e dirigentes, também pode sofrer reduções ou ainda ser transferida para tendas – em um formato semelhante ao que ocorre em algumas etapas do Circuito Mundial.

Os organizadores não informaram o número total de assentos perdidos após a adequação econômica, mas a arena olímpica que será instalada na praia de Copacabana poderá ser a menor a abrigar a modalidade desde que o esporte entrou para o programa olímpico, em Atlanta 1996. O início das obras segue inalterado, com previsão para o mês de abril.

Vinte anos atrás, nos Estados Unidos, o palco de estreia do vôlei de praia teve capacidade para 10.000 torcedores – mesmo número de assentos das arenas de Sydney 2000 e Atenas 2004. Em Pequim 2008, a Arena Chao Yang Park foi concebida para receber 12.000 espectadores. Já nos Jogos de Londres, em 2012, a arena instalada nas proximidades do Palácio de Buckingham foi a maior a abrigar a modalidade, com 15.000 lugares.


Gol Linhas Aéreas Nissan
Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade