+ Notícias

  • Crédito: Tom Bloch

    Sude e Borger a nova dupla alemã em busca de Tóquio 2020.

Julia Sude se junta com Karla Borger

Alemã acaba parceria de cinco anos e vai lutar por Tóquio 2020 com sua amiga de infância
Por: João Teixeira - 09/01/2019 15:56:57
248 visualizações

As duplas femininas da alemanha ainda estão se acomodando com o efeito dominó da aposentadoria de Kira Walkenhorst. Agora foi a vez de Julia Sude, que deixará Chantal Laboureur e se unirá a Karla Borger na corrida para Tóquio 2020.

Sude e Laboureur atuaram njuntas por cinco temporadas e conquistaram a sua primeira medalha de ouro no Major Series de Pórec 2016, na Croácia. Elas conquistaram outro importante ouro no Major de Gstaad, na Suíça, em 2017. A parceria termina com a equipe em sexto lugar no ranking mundial da FIVB.

Karla Borger, de 30 anos de idade, aproveitou a ida de Maggie Kozuch para formar dupla com a campeã olímpica Rio 2016, Laura Ludwig, após a aposentadoria precoce de Kira Walkenhorst e vai jogar com sua amiga de infância, Julia Sude.

"Nós costumávamos brincar juntos na areia quando crianças, jogando vôlei de praia com nossos pais, então finalmente chegou a hora de nos unirmos como jogadores experientes como uma equipe sólida", disse Borger, que conquistou a prata no Campeonato Mundial de Roma/ITA, em 2013, atuando com a Britte Büthe.

Sude acrescentou: "Estou ansiosa para a nova aventura e, além da qualificação olímpica, temos o objetivo esportivo de nos estabelecermos entre as cinco melhores do mundo".

O futuro de Laboureur - que ficou sabendo diretamente por Julia, em seu aniversário de 29 anos - permanece incerto, mas prometeu não desistir de chegar a Tóquio no próximo ano.

"Julia me disse há alguns dias de sua decisão e eu não posso realmente entender a decisão de separação", disse Laboureur, que ganhou oito medalhas de ouro com Sude no World Tour. “Na minha opinião, tinhamos grande potencial para alcançar os melhores resultados atuando juntas nos Campeonatos Mundiais deste ano e nas Olimpíadas de 2020.

“Tudo veio muito de repente. Vou pensar muito sobre como seguir em frente. Qualquer um que me conhece sabe que eu sou uma lutadora e não desistirei do sonho das Olimpíadas", finalisou.



Compartilhe



Veja também...

    Deixe um comentário

    Seu e-mail não será publicado. Campos Obrigatórios *

    Publicidade
    Publicidade
    Publicidade